Saiba quais foram as notícias no 2º trimestre de atuação

do Trato pelo Capivari

Em um dos locais fiscalizados pelo programa, em Ingleses, morador bombeava esgoto com mangueira direto na rede pluvial

17 de junho de 2020.

Trato Pelo Capivari: em um dia, 10 imóveis regularizados; no seguinte, 4 lacres e 2 multas

O Trato Pelo Capivari vistoriou, nesta terça-feira, 10 imóveis que, antes flagrados com esgoto irregular, fizeram obras de adequação e se regularizaram dentro do prazo. Um dia depois, em nova ação do programa em Ingleses, o resultado foi diverso: 4 lacres e 2 multas por crime ambiental – a ponto de, em um dos casos, o morador bombear o esgoto da casa diretamente na rede pluvial com uma mangueira.

 

Ao todo, na manhã de hoje (17/06), a equipe do Trato Pelo Capivari fiscalizou 6 imóveis no bairro do Norte da Ilha. Acompanhado de fiscal da Vigilância Sanitária, o programa flagrou, em 4 deles, lançamento de esgoto na rede de drenagem. Todas as ligações clandestinas foram lacradas, com duas multas.

 

Moradores da Travessa Antônio Francisco Alves – onde 2 imóveis sofreram lacres e multas, um deles o caso da mangueira – afixaram, no início da semana, faixa denunciando a irregularidade no esgoto dos vizinhos. O Trato Pelo Capivari organizou a ação especial de hoje para atender a essa denúncia, que não chegou através dos canais abertos com a população: o WhatsApp, pelo número (48) 99123-1223, e o site oficial, www.tratopelocapivari.com.br

 

O programa, convém ressaltar, tem equipe exclusiva voltada a responder, com fiscalização, às demandas de esgoto irregular comunicadas pelos moradores de Ingleses. Denúncias efetuadas pelos canais oficiais facilitam a organização e garantem maior eficácia no atendimento.

 

Na terça-feira, indicando a complexidade da situação sanitária no bairro e dos trabalhos diários de inspeção, a ação especial constatou outro cenário – o de moradores que receberam o Trato Pelo Capivari, respeitaram os prazos e corrigiram as irregularidades, deixando de lançar esgoto na rede pluvial e, com isso, não mais poluindo rios, córregos e a praia do Norte da Ilha.  

 

Dos 11 imóveis fiscalizados, 10 haviam se regularizado. Apenas um havia recém-iniciado as obras de adequação. Fiscal da Floram que acompanhava a equipe deu prazo de 7 dias para que o morador se regularize, do contrário terá a ligação lacrada e será multado. 

 

A ação especial de terça-feira passou pelos seguintes endereços de Ingleses: Rua do Engenho Novo; Ser. Laureano Pereira dos Santos; Estrada Dario Manoel Cardoso; e Ser. Valdevino Marques da Natividade.

 

O programa – O Trato Pelo Capivari é um programa da Casan, realizado em parceria com a Prefeitura de Florianópolis, que faz uma varredura nas ligações sanitárias de Ingleses, com o objetivo de limpar o Rio Capivari e regularizar os imóveis do bairro. A execução é da ECHOA Engenharia, empresa responsável pelo Floripa Se Liga Na Rede.

 

De segunda a sábado, 22 técnicos inspecionam as ligações de esgoto de casas, condomínios e estabelecimentos comerciais espalhados pelo bairro do Norte da Ilha, com base em agendamentos, denúncias de esgoto irregular e ações especiais com acompanhamento de fiscais.

Confira algumas fotos do dia de trabalho da nossa equipe

16 de junho de 2020.

Galeria do dia

Ação especial do Trato Pelo Capivari resulta em dois lacres e autuação contra proprietário em Ingleses

13 de maio de 2020.

Imóveis com ligações lacradas despejavam esgoto na rede pluvial; sobrado autuado tinha fossa extravasando a céu aberto

Na sétima ação especial com a Vigilância Sanitária desde o retorno das atividades, o Trato Pelo Capivari lacrou, na manhã de hoje (13/05), duas ligações irregulares de imóveis que despejavam esgoto na rede pluvial em Ingleses, Norte da Ilha. Além dos lacres, o proprietário de uma casa flagrada com a fossa extrasavando a céu aberto foi autuado pelo fiscal que acompanhava a equipe do programa. O Trato Pelo Capivari tem ações especiais diárias, realizadas com apoio da Vigilância Sanitária e da Floram, programadas até o fim desta semana. Com a de hoje, somam-se, desde o que o programa retornou às ruas de Ingleses, sete operações, com mais de 50 imóveis fiscalizados e 16 lacres. As ações especiais são parte do escopo do Trato Pelo Capivari: o programa também realiza inspeções agendadas pelos moradores do bairro e atende a denúncias de esgoto irregular recebidas da comunidade via WhatsApp ou site oficial. Na manhã desta quarta-feira, os lacres foram efetuados em casas na Rua Areia Branca, entre a SC-406 e a Estrada Dário Manoel Cardoso, duas das vias mais movimentadas do balneário do Norte da Ilha. Ambas jogavam esgoto na rede de drenagem pluvial. Próximo ao fim da rua corre o Ribeirão Capivari, que vai deságuar na praia de Ingleses. O caso de extravasamento de fossa a céu aberto foi flagrado em sobrado localizado na Serv. Portugália, em Ingleses Sul, a menos de 1 km do Costão Golf. O fiscal da Vigilância Sanitária autuou o proprietário no ato e deu sete dias de prazo para a regularização do sistema. *Denúncias via site* - O Trato Pelo Capivari conta, desde janeiro, com canal de WhatsApp para receber denúncias de esgoto irregular, atendendo a uma demanda expressa da população local. Agora, isso pode ser feito também através do site oficial do programa: www.tratopelocapivari.com.br. Além da aba "Denuncie esgoto irregular", o site traz uma série de informações sobre inspeções de esgoto, tipos de irregularidades, ações e campanhas de mobilização social, notícias e perfil dos parceiros e responsáveis pelo programa. As denúncias de esgoto irregular são filtradas, catalogadas e atendidas por equipe específica. O telefone para contato, que deve ser feito exclusivamente por mensagens de WhatsApp, é (48) 99123-1123. *O programa* - De segunda a sábado, o Trato Pelo Capivari inspeciona as ligações sanitárias de casas, condomínios e estabelecimentos comerciais espalhados pelos Ingleses, com base em agendamentos, denúncias de esgoto irregular e definição prévia de ruas específicas para atuação. Iniciado em dezembro, o programa realizado pela Casan, com participação da Prefeitura de Florianópolis, faz uma varredura nas ligações sanitárias dos Ingleses, com o objetivo de limpar o Rio Capivari e regularizar os imóveis do bairro. A execução é da ECHOA Engenharia, empresa responsável pelo Floripa Se Liga Na Rede.

 

 

Ser. Três Irmãos, 49

Análise: não foi identificado lançamento irregular de esgoto;

 

Rua Areia Branca, 350

Análise: após prazo dado pela VISA imóvel está se regularizando, porém foi identificado lançamento de esgoto na pluvial, efetuado 1 lacre;

 

Areia Branca, 341

Análise: identificado lançamento de esgoto na pluvial, efetuado um lacre;

 

Ser. Laureano Pereira dos Santos, 209

Análise: após prazo dado pela VISA imóvel está se regularizando;

 

Ser. Laureano Pereira dos Santos, 164

Análise: extravasamento de fossa, VISA passou 7 dias para adequação do sistema;

 

Ser. Nildo Neponoceno Fernandes, 397

Análise: após prazo dado pela VISA imóvel está se regularizando;

 

Ser. Valdevino Marques da Natividade, 148A

Análise: extravasamento de fossa, morador ausente;

Ser. Portugalia, lote 06

Análise: extravasamento de fossa a céu aberto, imóvel autuado pela VISA, 07 dias para adequação do sistema.

Desde o retorno das atividades, ações resultaram em nove lacres; programa começa a receber denúncias de esgoto irregular via site oficial

05 de maio de 2020.

Trato Pelo Capivari efetua dois lacres em ligações irregulares de esgoto nos Ingleses

Em ação realizada na manhã desta terça-feira (05/05), o Trato Pelo Capivari lacrou duas ligações irregulares de esgoto no bairro dos Ingleses, no Norte da Ilha, e constatou que outros imóveis haviam se regularizado após inspeção do programa. Localizadas nas servidões Aurora e Mercedes Maria Luiza, próximas ao Rio Capivari, as casas que sofreram os lacres haviam descumprido o prazo estipulado para que reguralizassem suas ligações sanitárias. Junto à medida, que imediatamente interrompe o lançamento irregular de esgoto, fiscais da Vigilância em Saúde e da Floram que acompanhavam a ação deram novos prazos, de 7 a 14 dias, aos respectivos proprietários. Nos mesmos endereços, técnicos do Trato Pelo Capivari inspecionaram imóveis que concluíram obras de adequação dentro do prazo, comprovando-se, com o retorno da equipe, a sua regularidade. Os dois lacres somam-se aos sete efetuados na semana passada, quando o programa retomou atividades, adotando novas medidas de prevenção e segurança contra a covid-19, após 40 dias de inspeções suspensas. Os imóveis com ligações lacradas localizavam-se nas seguintes vias dos Ingleses: Servidão Angra dos Reis; Travessa Nildo Neponoceno Fernandes; Travessa dos Lambaris; e Servidão Domingos Luiz dos Santos. Em paralelo à ação desta manhã, os 22 técnicos do programa atuaram em inspeções previamente agendadas pelos moradores do bairro, seguindo à risca o novo protocolo de segurança elaborado em virtude da pandemia do novo coronavírus -- para conhecê-lo, acesse a página do Trato Pelo Capivari no Instagram: @tratopelocapivari. Denúncias via site - O Trato Pelo Capivari conta, desde janeiro, com canal de WhatsApp para receber denúncias de esgoto irregular, atendendo a uma demanda expressa da população local. Agora, isso pode ser feito também através do site oficial do programa: www.tratopelocapivari.com.br. Além da aba "Denuncie esgoto irregular", o site traz uma série de informações sobre inspeções de esgoto, tipos de irregularidades, ações e campanhas de mobilização social, notícias e perfil dos parceiros e responsáveis pelo programa. As denúncias de esgoto irregular são filtradas, catalogadas e atendidas por equipe específica. O telefone para contato, que deve ser feito exclusivamente por mensagens de WhatsApp, é (48) 99123-1123.

O Trato Pelo Capivari - De segunda a sábado, o Trato Pelo Capivari inspeciona as ligações sanitárias de casas, condomínios e estabelecimentos comerciais espalhados pelos Ingleses, com base em agendamentos, denúncias de esgoto irregular e definição prévia de ruas específicas para atuação. Iniciado em dezembro, o programa realizado pela Casan, com participação da Prefeitura de Florianópolis, faz uma varredura nas ligações sanitárias dos Ingleses, com o objetivo de limpar o Rio Capivari e regularizar os imóveis do bairro. A execução é da ECHOA Engenharia, empresa responsável pelo Floripa Se Liga Na Rede.

Trato Pelo Capivari e Floripa Se Liga na Rede retomam inspeções com medidas extras de segurança

27 de Abril de 2020.

Programas adotam protocolo de prevenção contra covid-19; imóveis com moradores em grupos de risco não serão vistoriados

Apresentando protocolo contra a covid-19, o Floripa Se Liga Na Rede retomou, nesta segunda-feira (27), os serviços de inspeção das ligações de esgoto em imóveis do Centro e do Norte da Ilha. No fim da semana passada, o Trato Pelo Capivari, programa voltado exclusivamente ao bairro dos Ingleses, já havia reiniciado suas atividades com medidas extras de prevenção e segurança. As vistorias estavam suspensas desde meados de março em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Para dar sequência aos trabalhos, após mais de um mês de paralisação, os engenheiros responsáveis pelo Floripa Se Liga Na Rede e pelo Trato Pelo Capivari elaboraram um protocolo, compartilhado entre os dois programas, trazendo uma série de novos procedimentos de agendamento, inspeção e pós-inspeção voltados à proteção de técnicos e moradores.

Uma das novidades é a possibilidade de o cidadão escolher entre dois tipos de inspeção: a tradicional segura, com regras extras de segurança, e a guiada, em que a presença dos técnicos fica restrita às áreas externas do imóvel. Os testes de pontos hidráulicos localizados em áreas internas e privativas, neste modelo de inspeção, serão realizados pelo próprio morador, orientado passo-a-passo via rádio. 

As novas medidas de segurança e prevenção, desenvolvidas com base em recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foram inicialmente apresentadas à Prefeitura da Florianópolis e à Casan. Após treinamento das equipes técnicas, o protocolo foi demonstrado na sede de cada programa, nos Ingleses e em Ponta das Canas, e aprovado por representantes dos órgãos que coordenam os programas.

"Além de a fiscalização ambiental ser considerada atividade essencial, pesquisadores já alertaram para a possibilidade de o esgoto ser uma via de transmissão do coronavírus. Daí a importância de reiniciar os trabalhos do Floripa Se Liga Na Rede e do Trato Pelo Capivari", afirma a engenheira sanitarista Thauana Mendes Vieira, da ECHOA Engenharia, empresa que executa os serviços de inspeção.

Estudos detectaram a presença do vírus nas fezes de pessoas contaminadas até 11 dias depois de as amostras do trato respiratório testarem negativo -- o que indica que cargas virais podem chegar aos rios e mares pelo lançamento irregular de esgoto (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) ETEs Sustentáveis - UFMG).

Em um primeiro momento, moradores dos imóveis que haviam marcado inspeção nos dias anteriores à suspensão das atividades serão contactados para definir nova data. Quem recebeu comunicado ou deseja agendar retorno de regularização deverá entrar em contato exclusivamente via mensagem de WhatsApp para os números (48) 98821-6499 (Floripa Se Liga Na Rede) e (48) 99123-1223 (Trato Pelo Capivari).

*Medidas de segurança e prevenção contra a covid-19*

Pelas novas diretrizes do Floripa Se Liga Na Rede e do Trato Pelo Capivari, não haverá inspeção em imóveis com moradores pertencentes a grupos de risco relacionados ao novo coronavírus. Esta informação será confirmada no processo de pré-agendamento. Em condomínios residenciais, o síndico deverá indicar apartamentos para testagem segundo o mesmo critério. 

A partir de agora, agendamento e envio de documentos -- comunicados, regularizações e certificados -- serão exclusivamente digitais. No contato prévio com o programa, o cidadão deverá informar as características do imóvel e escolher o modelo de inspeção (tradicional com medidas extras de segurança ou guiada). 

Após o agendamento, o programa irá preparar kits exclusivos para cada vistoria, com materiais dimensionados de acordo com o porte do imóvel. Além do corante acondicionado em sachês, smartphones e rádios serão cobertos por plástico filme. 

A higienização de equipamentos, materiais de trabalho e EPIs será efetuada antes de adentrar a propriedade, em frente ao morador. Na inspeção tradicional com medidas extras de segurança, um técnico localizará caixas de passagem, caixas de gordura e ralos, dando início aos testes nas áreas externas (área de lazer, salão de festas, banheiros). A seguir, com todos os EPIs e materiais higienizados, outro técnico realizará o trabalho na área interna do imóvel. Na inspeção guiada, é o morador quem assume os testes nesta etapa.

Concluído o trabalho, independentemente do modelo de inspeção aplicado, os excessos de corante, o plástico filme de cobertura do rádio e do smartphone e parte dos EPIs serão descartados.